Pregações

Mini- Sermão

em 31 de julho de 2017 por Pe Joaozinho, scp

Sempre podemos crescer, evoluir, amadurecer. Não somos feitos de pedra. Nossa vida é dinâmica e surpreendente. Às vezes entramos numa espécie de tempo comum, uma zona de conforto e achamos que nada mais pode mudar, chegamos aonde chegamos, não vamos nos converter mais. Isso é uma tremenda bobagem, não acredite nisso, não se transforme numa pedra. Você é humano, nós somos criados para o desenvolvimento, para crescer como uma árvore, para desabrochar e cada idade traz suas surpresas, prepare-se para ser surpreendido sempre, por uma nova fase em sua vida. (Mt 13,31-35) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini -Srrmão 30/072017

em 30 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

Não despreze as coisas antigas; existem valores perenes. Os sábios não se apegam ao passado nem ao futuro. Vivem o presente. Como disse Jesus, numa frase quase enigmática: "O homem sábio tira do seu baú coisas antigas e coisas novas." Há pessoas apegadas ao passado, só tem valor a tradição, não querem nada de novo. Outras pessoas, só querem saber do que virá, vivem em busca de novidades, são gente de vanguarda. Alguns são tradicionalistas, outros progressistas. Os sábios escapam desses rótulos e vivem o passaso e o futuro no presente. (Mt 13,44-52) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini-Sermão (28/07/2017)

em 28 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj

O bom professor não é o que sabe ensinar, mas aquele que faz o aluno aprender; não basta ensinagem; precisa aprendizagem. Jesus explicou a parábola do semeador e da semente, muitos não haviam entendido, mas Ele criou circunstâncias facilitadoras para os seus alunos, contou histórias, criou situações problematizadoras, foi um Mestre construtivo, fez perguntas, questionou e eles aprenderam. Foram três anos de escola e Ele foi um bom Mestre, porque além de ensinar, fez os Seus alunos aprenderem. (Mt 13,18-23?) Pe. Joãozinho, Scj.

Leia mais →

Mini-Sermão (26/07/2017

em 26 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

A fé nos permite ver na terra o que será eterno no céu; viveremos esta felicidade por antecipação. Como Maria; como José; assim como Joaquim e Ana, os pais de Maria, os avós maternos de Jesus, que tiveram a alegria de ver na terra um pedacinho do céu. Todos nós temos momentos de céu aqui, na história. Às vezes é um segundo, um lampejo de felicidade, às vezes é uma experiência espiritual, às vezes é um pequeno milagre do cotidiano. Deus semeou o céu aqui na terra, semeou estas pérolas no nosso dia a dia e quando descobrimos uma destas pérolas precisamos dar tudo para ficar com ela guardada em nossa memória, transformando em céu a nossa história. (Mt 13,16-17) Pe. Joãozinho, Scj.

Leia mais →

Mini-Sermão ( 25/07/2017)

em 25 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj

No Reino de Jesus reinar é servir; neste reino não vale o poder ou o cargo. O que vale é dar a vida pelo irmão. Mas a mãe dos filhos de Zabedeu não entendeu esta nova lógica do Reino de Deus. E ela pediu os primeiros lugares para seus filhos, como se fosse ministro do planejamento, ministro da economia. Jesus disse para os dois: "Vocês podem beber o cálice que eu vou beber? Ou seja, estão preparados para o desafio e para a cruz, para o serviço?" Tiago e João disseram com determinação: "Sim! Nós podemos beber este cálice!" Jesus disse: "Então se preparem para beber o cálice do serviço. Mas os primeiros lugares, deixa que o Pai distrubui." (Mt 20,20-28) Pe. Joãozinho, Scj. Impulsionar publicação

Leia mais →

Mini- Sermão

em 24 de julho de 2017 por Pe Joaozinho, scp

Cuidado para não espetacularizar a fé; milagres não são shows de magia; são ações generosas e gratuitas de Deus. Os mestres da lei se aproximaram de Jesus e pediram um milagre. Disseram até mesmo: "Se fizeres este milagre, acreditaremos em Ti." Era um jogo e o milagre não é moeda de troca, não é uma resposta providente de um Deus que recebeu algum tipo de benefício, como por exemplo uma prece, ou um louvor, ou um sacrifício. Toda resposta de Deus é gratuita, o amor Dele não tem preço. Por isso, quando transformamos a fé em um espetáculo, caímos na troca e matamos a lógica da graça... e o nosso Deus é cheio de graça. (Mt 12,38-42) Pe. Joãozinho, Scj

Leia mais →

Mini- Sermão (20/07/2017)

em 21 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

A verdadeira religião é repousante. O rito bem celebrado é uma verdadeira terapia. Religião que estressa é idolatria. O mestre de Nazaré revelou que o coração dele é manso, humilde, acolhedor. E Ele disse: "Vinde a mim todos vós que estais cansados, carregando pesados fardos e Eu vos aliviarei." Em certa ocasião ele criticou os fariseus dizendo: "Vocês colocam pesados fardos uns nos ombros dos outros e depois vocês mesmos não tem coragem de carregar." Existe um modo doente de viver a religião, que é um modo estressante; uma religião pesada; uma religião que cansa. A verdadeira religião repousa. (Mt 11,28-30?) Pe. Joãozinho, Scj.

Leia mais →

Mini- Sermão (19/07/2017)

em 19 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj

Complicar é fácil; o difícil é simplificar. É preciso estudar bastante para dizer muito falando pouco. Simplifica. Jesus louvou o Pai porque revelou as coisas essenciais aos simples e escondeu dos sabidos, daqueles que se acham inteligentes; se julgam doutores, mas não são leitores; se julgam mestres, mas não tem a arte da síntese, de dizer tudo em uma só palavra. A simplicidade rima com a humildade e a humildade é o princípio da sabedoria, porque quem sabe que não sabe, pode saber um pouco mais. O orgulho é o princípio da mediocridade, pois quem pensa que sabe, não aprende nada mais. (Mt 11,25-27) Pe. Joãozinho, Scj.

Leia mais →

Mini- Sermão (18/07/2017)

em 18 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj

Quem vive milagres tem a responsabilidade de corresponder às maravilhas de Deus. Assim como Maria, que cantou: "O Senhor fez em mim maravilhas, milagres! Santo é o seu nome!" Mas nem todo mundo, no tempo de Jesus, reconheceu as maravilhas de Deus, mesmo vendo milagres; alguns viram curas, sinais, prodígios, palavras de sabedoria que saiam da boca do Mestre de Nazaré e não se converteram, não mudaram de vida, por isso Ele disse que o juízo contra Sodoma, a cidade pecadora, seria menos severo do que o juízo sobre aqueles que viveram milagres, mas não se converteram. As maravilhas que Deus realiza na nossa vidas são sinais para nossa conversão. (Mt 11,20-24) Pe. Joãozinho, Scj.

Leia mais →

Mine-sermão

em 14 de julho de 2017 por Pe Joãozinho, scj

Leia mais →

Mini- Sermão (11/07/ 2017)

em 11 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj.

Existem pessoas órfãos de Deus; ovelha sem pastor, jovem sem religião. É preciso ter compaixão. Naquele dia Jesus olhou para uma multidão e sentiu compaixão porque eram como ovelhas sem pastor. Hoje por meio dos nossos olhos ele continua querendo olhar com compaixão para nossa juventude que se afasta de Deus, que vive numa religião líquida, sem sentido, sem relatos sólidos, sem fé, sem vínculo; uma juventude que acredita sem fé é uma ovelha sem pastor, é uma juventude que precisa de compaixão, de cuidado, de acolhida e de ternura. (Mt 9,32-38) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini- Sermão ( 10/ 07/2017)

em 10 de julho de 2017 por Pe Joaozinho, scp

Um toque de fé pode mudar toda a nossa vida; queremos tocar em Deus, mas na verdade é Deus quem toca em nós. Aquela mulher, que tinha uma doença de hemorragia, foi por trás de Jesus pensando: "Ninguém vai perceber e eu vou tocar na orla do Seu manto e serei curada." Jesus percebeu, porque na verdade, foi Ele quem tocou ela. Nós queremos tocar em Deus, tocar no sagrado, mas na verdade é Deus quem toca em nós por Sua graça. A fé é a capacidade que Deus nos dá de tocar Nele, mas o verdadeiro toque é o da graça, mesmo quando não percebemos Deus está tocando em nós. (Mt 9,18-26) Pe. Joãozinho.

Leia mais →

Mini-Sermão (07/07/2017)

em 07 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

A justiça nos faz rejeitar o pecado; a misericórdia nos manda acolher o pecador. Foi isso que Jesus ensinou e praticou, por exemplo naquele dia em que Ele viu ali um fiscal, um cobrador de impostos que não era uma pessoa bem quista, era considerado um pecador público, um amigo dos opressores, que cobrava impostos para os romanos e o nome dele era Mateus. Jesus olhou para ele com olhos de misericórdia e o chamou e ele imediatamente levantou e seguiu Jesus. Muitos, que mais santos que Mateus, não tiveram essa atitude, não seguiram Jesus, mas aquele pecador se tornou um granse apóstolo e evangelista: São Mateus. (Mt 9,9-13)

Leia mais →

Mini- Sermão (06/07/2017)

em 06 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

O pecado é uma mancha que provoca tristeza, infelicidade e doença. Deixar o pecado é caminhar para a saúde. Certa ocasião apresentaram para Jesus um paralítico e Ele disse: "Teus pecados te são perdoados!" Mas o pessoal não entendeu, o que aquele paralítico queria era andar e Jesus disse: "Mas que diferença tem dizer levanta-te e anda ou teus pecados te são perdoados?" Há uma relação entre pecado e doença; não é que, necessariamente, toda doença seja fruto de um pecado, mas todo pecado nos deixa mais infelizes, mais doentes e é por isso que deixar o pecado é dar o primeiro passo para cura total. (Mt 9,1-8) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini- Sermão (05/07/ 2017)

em 05 de julho de 2017 por Pe Joãozinho,scj.

Tenha uma atitude firme diante do mal e o leão se transformará num gatinho. Lembre-se que o demônio é o pai dos corruptos. Jesus passava por uma região dos gerazenos e dois homens sairam do cemitério gritando, fazendo algazarra, aterrorizando os passantes; eles estavam possuídos pelo demônio e quando Jesus ameaçou expulsar os demônios, eles disseram: "Então ao menos nos mande para aquela manada de porcos." E Jesus fez isso, agiu com determinação, não usou meias palavras. Com o mal nós não temos meia conversa, não é prudente mante o diálogo com a mentira, com a corrupção; é preciso agir com determinação e a mentira murchará. (Mt 8,28-34?) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini-Sermão (04/07/2017)

em 04 de julho de 2017 por Pe Joaozinho,scj

Nas turbulências da vida a fé é uma arma contra o medo que pode nos dar a derrota por antecipação. Creia! Lembre-se daquele dia em que Jesus e os discípulos entraram na barca e o mar estava agitado e parecia o fim, a barca iria afundar, eles ficaram com medo porque Jesus estava dormindo, eles o acordaram e Ele repreendeu antes os discípulos: "Homens de pouca fé! Por que vocês não acreditam?" Em seguida Ele repreendeu o vento e o mar ficou calmo. A lição que ficou é que a fé nos dá uma força que vem do alto e que nos ajuda a superar os medos da terra. Creia e até mesmo o medo desaparecerá. (Mt 8,23-27) Pe. Joãozinho, scj.

Leia mais →

Mini- Sermão

em 03 de julho de 2017 por Pe Joaozinho, scp

A fé passa pela experiência; somos humanos e precisamos do toque, da imagem, da sensação para chegar a Deus. Seria tão bom se fôssemos anjos; se fôssemos criaturas puramente espirituais; que tivéssemos uma fé total, uma visão absoluta, sem a necessidade de tocar o Senhor como Tomé, ou como aquela mulher hemorroíssa que tomou a orla do seu manto, ou como a samaritana, ou como tantas pessoas que tocaram em Jesus e Ele deixou-se tocar. Essa experiência espiritual é legítima, não há problema, o Senhor permite que nós O toquemos, e Ele também quer tocar em cada um de nós. (Jo 20,24-29) Pe. Joãozinho, Scj

Leia mais →

Dica

Use o filtro e encontre a pregação desejada.

MISSA AO VIVO

PRÓXIMA MISSA COMEÇA EM:

00:00:00