Mini- Sermão (06/10/2017



Colhemos o que plantamos; sementes de ódio produzem o amargo fruto da guerra. Ai destes semeadores! Já diz o ditado popular "Quem semeia vento, colhe tempestade". Deus perdoa sempre, mas a natureza não perdoa nunca; se nós semearmos frutos de agressão contra a nossa casa comum que é a natureza, a terra, ela se revoltará contra nós; ela se vingará. Deus é misericórdia, Deus não se vinga; mas a natureza, inclusive o nosso corpo, ele se vinga de nós, quando nós o agredimos. Quem semeia dor, não colherá o amor. (Lc 10,13-16) Pe. Joãozinho, Scj.

MISSA AO VIVO

PRÓXIMA MISSA COMEÇA EM:

00:00:00